fbpx
Deputado Estadual . Minas Gerais
(31) 2108.7475

Deputado repudia violência de 21 de abril

O deputado João Leite, vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, repudiou a violência com que lideranças classistas dos profissionais de Defesa Social foram tratadas no dia 21 de abril, nas festividades do Dia de Tiradentes, em Ouro Preto, por determinação do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

A repressão aos servidores públicos, com empurrões e gás de pimenta, também atingiu o deputado sargento Rodrigues. João Leite defendeu o colega e afirmou: “não foi o parlamentar o agredido, mas sim a população que ele representa”. Para Leite o governador negou aos policiais o direito à justa remuneração, sujeitando-os ao perverso sistema de escalas.

João Leite questionou também o decreto do Governador que determinou uma área de segurança para ele ser protegido quando estiver no Palácio da Liberdade ou no Palácio das Mangabeiras. O governador ainda retirou da segurança pública policiais do Batalhão de Choque para reforçar sua segurança pessoal, enquanto a criminalidade em Belo Horizonte teve um aumento de 40% e no Estado foi mais de 30%.

Na reunião da CSP foi discutido o aumento dos crimes nos municípios de Baldim e Jequitibá. A transferência do 25º Batalhão, de Curvelo para Sete Lagoas, seria uma solução, já que Sete Lagoas está a menos de 50 quilômetros de Baldim e Jequitibá, e a cerca de 150 quilômetros de Curvelo. Os participantes da reunião acreditam que a transferência do batalhão facilitaria o policiamento nos dois municípios que motivaram o debate. Autoridades e populares das duas cidades relataram o aumento dos crimes, especialmente assaltos a residências na área rural, em muitos casos com uso de violência.

No comments
Leave Your Comment