fbpx
Deputado Estadual . Minas Gerais
(31) 2108.7475

Tag: linha férrea

Comissão reivindica volta de linha férrea entre BH e Mariana

A Comissão Extraordinária Pró Ferrovias Mineiras reuniu-se, na última quarta-feira (22), com vereadores, prefeitos e outras lideranças políticas no Plenário da Câmara Municipal de Ouro Preto, para reivindicar a reativação do trecho ferroviário de Belo Horizonte a Mariana, que passa pela região.
O trecho faz parte da Linha Mineira e, antes de chegar em Mariana, passa por Rio Acima, Itabirito e Ouro Preto. São 100 km abandonados na década de 90 pela Ferrovia Centro Atlântica (FCA), da Vale, e devolvidos à União.
A reunião foi realizada em caráter de urgência devido o risco de rompimento das barragens de Vargem Grande, com 13 milhões de m³ de rejeitos e de Maravilhas, com 93 milhões de m³ de rejeitos, ambas da Vale. Essas barragens, caso se rompam, atingirão a BR 356, que leva à região.
Com o rompimento das barragens, a BR-356 seria inutilizada, causando o ilhamento das cidades da região. Devido a esse risco, o deputado João Leite, presidente da Comissão, exigindo a retomada da linha, declarou que “somos representantes de um Poder e vamos jogar tudo nisso”. Para ele, a Vale tem colocado empecilhos para a retomada de operações no trecho pelo fato de não ser mais detentora da concessão da linha.
Júlio Pimenta, prefeito de Ouro Preto, salientou outros aspectos sobre a retomada da linha, citando o desemprego e queda no turismo enfrentados pelo município. “Traria um alento e poderia minimizar os impactos na região, depois de tantos lucros obtidos pela Vale”, afirmou.
O prefeito de Mariana, Duarte Gonçalves Júnior, também mostrou-se a favor da reativação da linha e reforçou a importância da diversificação de transportes na região. Ele cobrou, também, uma resposta do Judiciário para a tragédia na cidade.
Antônio Cotta, secretário de Meio Ambiente de Itabirito, demonstrou o seu apoio ao retorno da linha e também falou sobre impactos na cidade. Vereadores que estavam presentes na reunião pediram a inclusão de municípios na rota da linha.
A representante da Vale e gerente de Ferrovias da empresa, Rosângela Bessa, afirmou que as solicitações foram recolhidas e serão enviadas à Vale.
A reunião, ainda, teve requerimentos aprovados como a solicitação de audiências sobre o tema em Mariana e Rio Acima e também a aprovação de envio de ofícios ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestruturas e Transporte) para suspender a processos de concessões aos municípios de possuem trechos da linha mineira, já que há o interesse da retomada da ferrovia.